Coronavírus no Brasil: e agora?

Coronavírus no Brasil: e agora?

Foi confirmado o primeiro caso de Coronavírus no Brasil, e ainda temos casos suspeitos em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraíba e Pernambuco.

O Laboratório Fressato trás algumas informações para você. Clique no Link do site!

Na nossa região, os Hospitais Referência para receber os casos suspeitos é o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, e o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte.

A hora é de redobrar os cuidados e se informar sobre as formas de transmissão, sintomas e dicas de prevenção.

Formas de transmissão

As formas de transmissão do coronavírus ainda estão sendo investigadas, mas já se sabe que a transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

– gotículas de saliva;

– espirro;

– tosse;

– catarro;

– contato pessoal (aperto de mão, por exemplo);

– contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

Incubação

O período de incubação do coronavírus, ou seja, o tempo para que os primeiros sintomas comecem a aparecer é de 5 até 12 dias. Até o momento, não há informações suficientes sobre a partir de quantos dias de infecção a pessoa passa a transmitir o vírus.

 

Sintomas

Os sintomas são principalemente respiratórios, bem parecidos a um resfriado. Podem causar, inclusive, pneumonia. Até o momento, os principais sintomas relatados são:

  • Febre
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar

Prevenção

É importante ter cuidados básicos para reduzir os riscos de contrair ou até mesmo transmitir o vírus, como:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos sem lavar
  • Se estiver doente, ficar em casa;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocadas com frequência como maçanetas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ao espirrar, cobrir a boca e nariz com lenço de papel e jogar no lixo.

 

Faça sua parte e tome as devidas precauções!

 

Fonte: Ministério da Saúde – Brasil


%d blogueiros gostam disto: